Mostrando postagens com marcador respiradores. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador respiradores. Mostrar todas as postagens

Lamborghini entra na ajuda para a construção de respiradores


Marca de superesportivos, a Lamborghini colocou-se ao lado dos profissionais de saúde para ajudar na produção de material médico, como é o caso de máscaras de proteção, mas também de ventiladores, aliando-se ao principal fabricante italiano de respiradores pulmonares, a Siare Engineering International Group.
Sem carros para produzir enquanto dura o estado de emergência em Itália, um dos países mais afetados na Europa pela pandemia de Covid-19, a Automobili Lamborghini coloca à disposição da Siare os recursos e o equipamento do seu departamento de Investigação e Desenvolvimento para a produção de ventiladores.
Em foco está o simulador respiratório, que permite realizar uma avaliação inicial da performance do ventilador antes que este chegue à fase de verificação final, no qual é submetido a um teste exaustivo fazendo uso de equipamento certificado.
Em apenas duas semanas, a Lamborghini utilizou o seu laboratório de impressão 3D para conceber, produzir e validar o simulador, assim como para otimizar os seus componentes e produzir 18 simuladores por semana. Ao mesmo tempo, produziu viseiras médicas de policarbonato em 3D, utilizando uma impressora HP Jet Fusion 3D 4200 com tecnologia MJF, capaz de imprimir com um nível de precisão de 0,08 mm.
A capacidade de colaboração evidenciada por estes dois fabricantes da região de Emilia Romagna para a produção de produtos tecnologicamente avançados é mais um exemplo de união de esforços na batalha contra a pandemia.

Engenheiros do Rio Grande do Sul criam respiradores 13 vezes mais baratos

Foto: Universidade de Passo Fundo/Divulgação

Alguns professores da UPF (Universidade de Passo Fundo), norte do Rio Grande do Sul, acabaram de criar um respirador que é mais barato que o convencional e em tempo recorde, cinco dias.
O protótipo custa em torno de R$ 6 mil, cerca de 13 vezes mais barato que o atualmente utilizados nos hospitais.

"O conceito principal desse projeto é automatizar a tarefa de ventilação mecânica, que é feita normalmente por profissionais da saúde, utilizando componentes e equipamentos simples encontrados no mercado nacional", explica o professor do curso de Engenharia Elétrica, Adriano Toazza.

A intenção é espalhar a ideia para todos os hospitais do Brasil.

“Vamos disponibilizar todo o diagrama de construção dele, toda a parte de programação. A ideia é divulgar, para que ele exploda pra fora e para que todos possam replicá-lo de maneira simples, fácil e barata”, diz o técnico em eletrônica Rodrigo Busato.

Claro que o aparelho passará por vários testes e ainda será avaliado por um comitê de profissionais da saúde antes da distribuição dos arquivos.

“Tem que passar por uma bateria de testes rigorosos. Algumas pessoas têm vindo olhar e até agora estão gostando. Mas ainda não estamos na fase de disponibilizar”, diz Adriano.

Muitas pessoas têm ajudado na construção desse projeto. "A gente não chegou nisso aqui sozinhos. Muita gente veio aqui trazer coisas pra nós, que nós não tínhamos à disposição. Que trabalharam de forma rápida e ágil para colocar o material à nossa disposição", conta Rodrigo.

"Está todo mundo unido no mesmo propósito. E nessa hora a gente tem mais criatividade. É nessa hora que a gente percebe quem são as pessoas que estão a fim de fazer a diferença. Nós estamos a fim de fazer a diferença”, complementa Adriano.

Fonte: G1

Adblock Detectado

SEI QUE VOCÊ NÃO GOSTA DE PROPAGANDA, NÓS TAMBÉM NÃO

Mas essa é a maneira que encontramos de mostras as matérias gratuitamente para você.

Por favor, desabilite seu AdBlock e desfrute de todas as informaççoes do nosso site.

Muito obrigado, Blog Do Engenheiro

×