Mostrando postagens com marcador usina por ondas. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador usina por ondas. Mostrar todas as postagens

Sirius: o acelerador de elétrons brasileiro será inaugurado essa semana



Parece um estádio de futebol, mas somente por fora. Por dentro, a sensação é de estar caminhando em outro mundo, na fronteira da tecnologia, cercado de inovação por todos os lados. E o mais incrível: quase tudo feito aqui no Brasil mesmo.



Projetado por cientistas brasileiros, desenvolvido por empresas nacionais, o Sirius veio para mudar a ciência no Brasil. A nova fonte de luz síncrotron do Brasil, que está próxima de entrar em operação no Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais (CNPEM), em Campinas.

Com custo de R$ 1,8 bilhão, é o projeto mais grandioso e tecnologicamente complexo da ciência brasileira. O prédio, de 15 metros de altura e 68 mil metros quadrados, será inaugurado oficialmente nesta quarta-feira pelo presidente Michel Temer e o ministro de Ciência e Tecnologia, Gilberto Kassab.



Mas o que faz esse Sirius?

Ele é um acelerador de elétrons com mais de 500 metros de circunferência, que produz a luz síncrotron – está em fase final de montagem, e deve entrar em operação no segundo semestre de 2019. Com ela, cientistas poderão fazer imagens 3D de altíssima resolução e investigar a fundo a estrutura molecular de qualquer tipo de material.

O Sirius será uma das fontes de luz síncrotron mais poderosas do mundo, num país onde os investimentos em ciência só caíram nos últimos anos.











“Resiliência é o nome do jogo”, diz o físico Antônio José Roque da Silva, que pilota o projeto desde 2009, inicialmente como diretor do Laboratório Nacional de Luz Síncrotron (LNLS) e agora, como diretor-geral do CNPEM. (Sic)

Achou útil essa informação? Compartilhe com seus amigos!


Deixe-nos a sua opinião aqui nos comentários.

Obs.: Essa é uma reprodução da matéria do blog Engenharia É.

Conheça A Primeira Usina Elétrica Por Ondas do Brasil

Há um tempo que o Brasil (empresas privadas) vem patrocinando projetos de geração de energia de fonte renovável.

Hoje iremos conhecer um pouco sobre a primeira Usina elétrica que gera energia à partir das ondas do mar.

Esse é um projeto desenvolvido pela COPPE (Instituto de Engenharia da UFRJ), financiado pela empresa TRACTEBEL Energia com apoio do Governo do Estado do Ceará.

Construído com tecnologia totalmente nacional, um projeto inovador.

Está instalado no porto do Pecém, litoral do estado do Ceará há 60 km de Fortaleza.

Veja a baixo um vídeo institucional sobre como funciona essa usina.


Gostou da matéria?
Compartilhe em suas redes sociais e curta nossa página no Facebook

Adblock Detectado

SEI QUE VOCÊ NÃO GOSTA DE PROPAGANDA, NÓS TAMBÉM NÃO

Mas essa é a maneira que encontramos de mostras as matérias gratuitamente para você.

Por favor, desabilite seu AdBlock e desfrute de todas as informaççoes do nosso site.

Muito obrigado, Blog Do Engenheiro

×