Vendendo chocolate no metrô, haitiano se forma em Engenharia.

Em 2010, quando um terremoto destruiu o Haiti, Guerlinx Doriscard, ao 21 anos de idade, veio buscando refúgio no Brasil.


Não sabendo nem falar português, Guerlinx penou para conseguir um emprego e pagar aluguel. Ele conta que passou alguns dias nas ruas de São Paulo antes de ser chamado para trabalhar em Americana, com a promessa de residência e comida garantida. Mas, "a realidade é que tínhamos uma jornada de 10, às vezes 12 horas de trabalho, muitas vezes nem levavam comida."

Foi quando iniciou os estudo em um curso de línga portuguesa e prestou o vestibular conseguindo ingressar no curso de engenharia civil da Unisal.

Mas para manter-se, Guerlinx comprava chocolate e vendia no metrô de São Paulo aos finais de semana. Agora possui uma lojinha que diz ter o desejo de transformá-la em seu escritório de engenharia.

Para o temido TCC, Guerlinx se inspirou na sua terra natal e na dificuldade de reconstruir as casas destruídas, o jovem idealizou um tijolo ecológico, barato e eficaz.

Para manter o foco em seu projeto, ele busca o investimento para manter sua ideia e assim conseguir ajudar milhares de pessoas, não só do Haiti, mas de todo o mundo que precisa construir sua casa e passa por dificuldades.

Por que usar um gerador de energia? Confira as diferenças e qual tipo é mais apropriado

Gerador 55 KVA

Equipamento é indispensável na sociedade contemporânea

Desde a descoberta da eletricidade, a sociedade passou a utilizar o recurso de diferentes formas.

Foi descoberta por um filósofo grego chamado Tales de Mileto que, ao esfregar um âmbar a um pedaço de pele de carneiro, observou que pedaços de palhas e fragmentos de madeira começaram a ser atraídas pelo próprio âmbar.


Do âmbar (gr. élektron) surgiu o nome eletricidade. No século XVII foram iniciados estudos sistemáticos sobre a eletrificação por atrito, graças a Otto von Guericke. Em 1672, Otto inventa uma maquina geradora de cargas elétricas onde uma esfera de enxofre gira constantemente atritando-se em terra seca. Meio século depois, Stephen Gray faz a primeira distinção entre condutores e isolantes elétricos


Em 1879, por exemplo, ocorreu um dos feitos memoráveis sobre o assunto, quando Thomas Edison patenteou a lâmpada elétrica e, desde então, nos tornamos capazes de iluminar qualquer ambiente em que haja acesso à eletricidade.

Tales de Mileto
Com várias outras invenções e inovações baseadas na energia elétrica desde então, ela se tornou fundamental, ao ponto de ser impossível imaginarmos nosso mundo sem a facilidade de ligar qualquer equipamento à tomada e, então, utilizá-lo imediatamente.

Tamanha é a necessidade pela eletricidade que foram desenvolvidos os geradores de energia, mais especificamente no ano de 1866, pelo co-fundador da Siemens AG, o inventor Werner von SIemens, de modo que fosse virtualmente possível ter energia elétrica em, literalmente, qualquer lugar.

Se você não sabe muito bem como este equipamento funciona, fique tranquilo, pois veio ao lugar certo! Entenda tudo o que precisa saber sobre este elemento tão importante em nosso cotidiano.

O que é um gerador de energia?

Thomas Edison
É o equipamento responsável pela geração de energia elétrica e seu posterior uso para os devidos fins, em locais que sejam ou não supridos pelas redes convencionais de distribuição de energia elétrica.

Na verdade, ainda que tenha ficado conhecido como gerador de energia, em sua essência o equipamento seria um conversor de energia, já que não realiza a geração de maneira espontânea, mas sim converte uma forma de energia em outra.

Funciona assim: os geradores são abastecidos com uma fonte de energia química, ou seja, um combustível, que geralmente é o diesel, mas também pode ser o etanol, a gasolina ou o gás natural.

Por meio do fenômeno da indução eletromagnética, o combustível é utilizado para alimentar o dínamo gerador de corrente contínua, cuja rotação faz com que chegue tensão aos terminais dos rolamentos, ou seja, a energia mecânica se converte em energia elétrica.

Isso significa que é possível levar eletricidade a qualquer lugar, desde que haja a possibilidade de abastecer o tanque de combustível do equipamento.

A área, inclusive, movimenta cifras bem altas. De acordo com o relatório “Portable Generator Market Size, Share & Trends Analysis Report By Product, By Power Range, By End Use, And Segment Forecasts, 2019 - 2025”, da Grand View Research, o mercado global de geração de energia elétrica foi avaliado em US$ 3,7 bilhões em 2018.

Além disso, o mesmo relatório informa que a estimativa é de que a taxa de crescimento anual composta (CAGR, ou Compound Annual Growth Rate) entre 2019 e 2025 deve ser de 5,2%, o que resultaria em um valor de US$ 5,276 bilhões no último ano citado.

Todo gerador de energia é igual?

Não. Embora a finalidade seja a mesma, existem diferenças importantes entre os equipamentos que influenciam em seu funcionamento, como as seguintes:

-       Combustível: o diesel tende a ser o mais utilizado, já que possui uma boa autonomia e sua logística é simples. Depois dele, a gasolina é outro combustível também bastante comum, além de etanol e gás natural, esses dois últimos menos usuais.

-       Potência: de acordo com a demanda energética do sistema, é necessário ter um gerador com a potência necessária para supri-la. Ela pode variar bastante, como de 25 kVa a 1.500 kVa, mas os equipamentos a partir de 500 kVa podem ser ligados em paralelo, o que torna a potência máxima do sistema virtualmente ilimitada.

-       Regime de funcionamento: os geradores podem funcionar em diferentes regimes, como stand-by (modo de espera, utilizado em locais que já contam com uma fonte confiável de energia elétrica), prime (disponível por um período ilimitado de horas, embora seu fator de carga médio tenha que ser de, no máximo, 70% da classificação “prime”) e contínuo (utilizado ininterruptamente, em paralelo com a fonte tradicional de geração de energia elétrica).

-       Características: há pontos em que os geradores podem variar, como formato, dimensões e tamanho do reservatório de combustível, entre outros, já que são equipamentos altamente versáteis.

A escolha do melhor equipamento depende de cada necessidade, o que ressalta a importância de ter um projeto dimensionado de maneira personalizada para cada cliente.

Afinal, por que usar geradores de energia?

Depois de conhecer a origem, o funcionamento e as características de tais equipamentos, chegou o momento de saber porque eles devem ser usados. Motivos não faltam, como os seguintes:

-       Energia elétrica ininterrupta: de hospitais a shopping centers, de indústrias a edifícios residenciais, o ideal é que todos os lugares tenham eletricidade à disposição a cada momento. Como as redes de transmissão estão sujeitas a falhas, quem deseja um funcionamento realmente ininterrupto deve optar pelos geradores de energia.

-       Corte de custos: quando um estabelecimento necessita de um grande volume de energia elétrica, os horários de ponta (quando o uso de eletricidade é maior no sistema de abastecimento) podem ser um pesadelo, já que a cobrança é feita com valores mais altos. Uma alternativa é utilizar a energia advinda dos geradores nesses períodos, de modo a economizar uma quantia considerável na conta.

-       Projetos dimensionados de maneira personalizada: seja qual for a demanda energética, é possível elaborar um projeto perfeito para o que o local precisa, de modo que o aproveitamento sempre seja o melhor possível.

-       Auxílio à sustentabilidade: em uma sociedade que preza cada vez mais pela preservação do meio ambiente, os geradores também podem ajudar, já que há opções de combustível apropriadas para tal, como o etanol.

-       Inclusão social: todas as regiões podem contar com geradores de energia, até as mais remotas e que não dispõem de um sistema confiável (ou mesmo algum sistema) de transmissão de eletricidade, o que significa que os geradores também podem ajudar em termos de inclusão social.

Gerador de energia: uma necessidade contemporânea

A eletricidade hoje se coloca como uma das maiores necessidades na sociedade, como alimento e água, já que praticamente tudo o que utilizamos depende dela, dos computadores no trabalho ao chuveiro para tomar um banho relaxante quando chegamos em casa.

Depois de entender sobre seu funcionamento, características e importância no mercado, fica claro porque alugar gerador de energia é uma necessidade para um número cada vez maior de empresas. Afinal de contas, o uso de eletricidade só tem a crescer com o passar do tempo!

Engenharia na Industria 4.0


Quem passou pela faculdade de engenharia já sabe, os dois primeiros anos são um teste de resiliência. 
Muitos desistem antes de terminar o semestre e para os que permanecem a jornada é árdua. 
Enfim, formados, novos desafios se apresentam na vida profissional e novas oportunidades se abrem. Engenheiros são requisitados em quase todos os campos da tecnologia por sua formação considerada básica para os aprendizados do mundo 4.0. 
Alvin Toffler, escritor e futurista, antecipou os dias atuais com a frase:"Os analfabetos do século XXI não serão aqueles que não podem ler e escrever e sim aqueles que não conseguem aprender, desaprender e reaprender". Ela se aplica a muitas profissões, mas para os engenheiros é ainda mais relevante diante das transformações que se apresentam, como criadores das inovações e sua implantação.
A formação em engenharia é um alicerce de raciocínio e de lógica, considerada vantajosa para vários ambientes. Temos engenheiros à frente de grandes empresas e profissionais se destacando como empreendedores em startups. Essa projeção ocorre tanto pela formação, como pela capacidade de encontrar soluções.
A participação efetiva nas transformações do presente e do futuro potencializa a profissão, oferecendo ainda mais relevância ao papel tradicional da engenharia de suprir as necessidades básicas do ser humano e da sociedade, como alimentação, moradia, saneamento, energia e mobilidade. 
Não apenas porque a engenharia é base de novas tecnologias, mas porque os engenheiros estão envolvidos com seus o desdobramentos e evolução, o mundo valoriza cada vez mais as profissões STEM - Ciências, Tecnologia, Engenharia e Matemática. 
Apesar da crescente importância dessas áreas, o Brasil está entre os países com menor percentual de graduados em STEM, segundo relatório da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE).
Atrair bons estudantes para essas áreas é um dos caminhos para reforçar a economia do país. Cabe a nós incentivar os jovens nessa direção e pressionar governos para que todos recebam educação de qualidade para entrar e se formar em faculdades de engenharia. 
Realidade da qual estamos muito distantes. Enquanto isso, observamos em outras partes do mundo a evolução das Smart Cities, onde engenheiros estão envolvidos com tecnologias inovadoras. 
Ao mesmo tempo que elas transformam o cotidiano, também oferecem um ambiente mais interativo, onde causas emergentes se manifestam, como a questão da sustentabilidade. Em todos os campos a presença dos engenheiros se revela mais do que necessária.
Esse olhar ampliado sobre a profissão oferece uma ponta de orgulho para todos nós que um dia respondemos à pergunta "o que você vai ser quando crescer?" com a frase: "vou ser engenheiro". Mas ela também confere a enorme responsabilidade de continuar aprendendo para promover inovação e atuar com o cuidado que a vida humana requer. Afinal, é apenas de vidas que estamos falando quando pensamos em engenharia.
Fonte: JCNet

Patrick Head afirma que os regulamentos de 2021 são "um passo atrás" na engenharia

O ex-diretor de engenharia da Williams, Patrick Head, disse que os novos regulamentos para 2021 são um “retrocesso” em termos de engenharia. As mudanças na regulamentação visam simplificar os projetos e tornar os carros mais competitivos, incluindo asas mais simples.

A Fórmula 1 sempre foi sobre o auge da engenharia, mas esses regulamentos limitarão as equipes em algumas inovações que são capazes de produzir, tudo no objetivo de igualdade de condições.

Embora Head esteja decepcionado com a limitação da engenharia, ele admite que é uma mudança necessária.


O ex-diretor de 73 anos disse no Autosport Awards em Londres: “Eu acho que é realmente um passo atrás do ponto de vista da engenharia, infelizmente".

“Mas o esporte se tornou muito caro e a diferença entre as principais equipes e as equipes menores ainda é muito grande. Você precisa que mais equipes possam competir entre si”.

“Acho que as partes envolvidas fizeram um bom trabalho. Não é justo dizer que o esporte é facilitado, os engenheiros mais inteligentes sempre encontrarão maneiras de fazer a diferença. Mas você certamente não tem mais a liberdade que existia quando eu estava mais envolvido no esporte”, concluiu.

Fonte: Terra

Watson Uliana Travassos recebe premio no dia do Engenheiro no Brasil

Em comemoração ao Dia do Engenheiro no Brasil, nesta quarta-feira (11), a Associação de Engenheiros e Arquitetos de Santos (Aeas) entregará o prêmio Profissional do Ano ao engenheiro civil Watson Uliana Travassos. A cerimônia está marcada para as 20h, em Santos. 
Formado na Universidade Santa Cecília (Unisanta), em 1984, Travassos faz parte da Engetal Engenharia e Construções, empresa especialista na execução de obras públicas. Entre os seus trabalhos, destaque para a construção de 42 Unidades Básicas de Saúde (UBS) no Estado, inclusive na Baixada Santista.
A escolha para o prêmio foi encarada por Watson como um reconhecimento. “Foi uma surpresa. Fiquei muito feliz, minha família também”. Além do título, o engenheiro receberá um diploma e uma medalha.  
Para chegar à escolha de Watson, o Conselho Deliberativo da Aeas elegeu cinco membros para compor a comissão de premiação do Profissional do Ano, cuja presidência ficou com o engenheiro Lupércio Simão Conde. O colegiado optou por Watson e o Conselho Deliberativo da associação aprovou a decisão. 
“O principal critério é que o escolhido seja um profissional competente e tenha prestado serviços relevantes à Associação de Engenheiros e Arquitetos e à comunidade. Watson se destaca pelas obras e possui um currículo invejável”, afirma Lupércio.  
O presidente da Aeas, Rui Evangelista dos Santos, também fez questão de elogiar o homenageado de amanhã. “Fiquei muito contente, pois o Watson é uma pessoa muito participativa. A próxima meta é torná-lo integrante do nosso conselho”.
Fonte: A Tribuna

General Motors do Brasil abre processo seletivo para estágio em 2020.

Fundada em 1908, em Detroit, a General Motors, dona da marca Chevrolet, é uma das maiores montadoras de veículos do mundo, com negócios em mais de 100 países e vendas anuais de mais de 4.0 milhões de veículos. A Chevrolet, uma das marcas da GM, oferece aos clientes veículos com consumo eficiente, com um desempenho envolvente, um design inovador, características de segurança passivas e ativas e tecnologia de fácil utilização. Mais informações a respeito dos modelos Chevrolet podem ser encontradas no site www.chevrolet.com

Em 2017, as operações na Argentina e Brasil foram integradas na GM Mercosul. No ano de 2016 a marca Chevrolet vendeu nos dois mercados 445.616 mil veículos, sendo 345.916 mil no Brasil e 99.700 mil na Argentina. A GM Mercosul tem quatro Complexos Industriais que produzem veículos, motores e componentes em São Caetano do Sul, São José dos Campos e Gravataí, no Brasil e em Rosário, na Argentina. Conta ainda com unidades em Joinville (produção de motores e cabeçotes de alumínio), Mogi das Cruzes (produção de componentes estampados) e Indaiatuba (Campo de Provas), Centros Tecnológicos em São Caetano do Sul e Rosário e Centros Logísticos em Sorocaba e General Rodriguez, em Argentina. 
Estágio nas áreas de Engenharia, Compras, Vendas, RH, Finanças, Pós-vendas e Logística, na planta de São Caetano do Sul.

Elegibilidade:
Estar cursando: Administração de Empresas, Engenharias, Relações Internacionais, Comércio Exterior, ou áreas correlatas.
Formação prevista entre dezembro/2020 e dezembro/2021
Inglês Intermediário;
Conhecimento em Pacote Office;

Benefícios:
Assistência ambulatorial, restaurante no local, seguro de vida, desconto nos veículos da marca Chevrolet, convênio com Gympass, Ajuda de custo para o transporte e fretado.

***
Na General Motors, trabalhamos para promover uma cultura inclusiva que respeita e valoriza a diversidade em todas as oportunidades; todas as pessoas que se considerem dentro do perfil das vagas anunciadas podem se candidatar.

CEBRACE abre processo seletivo para estágio de qualidade


História
A Cebrace é fruto de uma joint-venture entre dois dos maiores grupos produtores de vidro plano do mundo: a Saint-Gobain (França) e a NSG (Japão). Fundada em 1974, é empresa líder no mercado brasileiro do segmento de vidro plano.  


Nossa Visão
Sermos reconhecidos como a empresa líder do mercado de Vidro Plano, que oferece produtos, serviços e soluções inovadoras.  


Nossos Valores
Nossas ações são orientadas pelo foco do cliente, zelamos pela segurança e condições de trabalho de nossos colaboradores, buscamos continuamente a excelência operacional e tecnológica, adotamos princípios de sustentabilidade e criamos valor para os nossos acionistas.
Pré-requisitos:
  • Cursando nível Superior em Química | Engenharia Química, com formação prevista a partir de Dezembro/2021;
  • Conhecimento avançado em Pacote Office (Especialmente Excel);  
  • Inglês intermediário.
     
Competências desejadas:
Atenção Concentrada | Planejamento e Organização | Iniciativa / Dinamismo | Boa Comunicação | Responsabilidade 
Principais atividades:
  • Realizar análises químicas e físicas nas matérias primas para produção do vidro FLOAT;
  • Realizar análises físicas e químicas do produto acabado;
  • Desenvolver atividades de apoio ao sistema da qualidade do laboratório químico.  
     
Benefícios:
  • Plano de saúde (Unimed);*
  • Café da manhã e almoço no restaurante da empresa;*
  • Uniforme;
  • Transporte;*
  • Cartão Alimentação.*
    *Descontos conforme política da Cebrace.
Horário de trabalho:
Segunda à sexta-feira, das 08h00 às 15h00, com 1 hora de almoço.

EcoRodovias abre inscrição para assistente de engenharia


O Grupo EcoRodovias é uma das maiores empresas de infraestrutura do Brasil com 10 concessões rodoviárias que somam mais de 2 600 quilômetros de extensão estrategicamente localizados nos principais corredores de importação, exportação e turismo dos estados do Rio Grande do Sul, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Espírito Santo. 
Somos mais de 4.000 colaboradores guiados por  valores que nos fazem crescer a cada dia. Queremos ser o melhor gestor de infraestrutura do país, e para isso, estamos em busca dos melhores profissionais.
Se você gosta de trabalhar e construir em equipe, age como dono, busca resultados positivos e tem capacidade de engajar pessoas #VemSerEco.
Atividades propostas para a função:
  • Analisar o escopo dos serviços de conservação/obras;
  • Elaborar levantamentos e relatórios técnicos;Analisar o escopo dos serviços de conservação/obras;
  • Elaboração de relatórios técnicos
  • Elaborar planilhas de medições;
  • Acompanhar e controlar a execução dos serviços de conservação/obras;
  • Desenvolver o planejamento, atualizando e distribuindo cronogramas;
  • Realizar a interface entre as áreas e poder concedente, a fim de garantir o fluxo de informação e o cumprimento dos prazos acordados.


Requisitos:  

  • Curso técnico na área da Construção civil ou afins.   
  • Excel intermediário;
  • Conhecimento em AutoCAD;
  • Experiência comprovada em rodovias. (em concessão rodoviária será um diferencial)
Benefícios
  • Assistência médica
  • Assistência odontológica
  • Auxílio creche
  • Auxílio farmácia
  • Auxílio fretado
  • Cesta de natal
  • Consignado
  • Convênio com empresas parceiras
  • Participação nos Lucros ou Resultados
  • Previdência privada
  • Refeitório
  • Restaurante interno
  • Seguro de vida
  • Vale alimentação
  • Vale-refeição
  • Vale-transporte

BUNGE abre processo seletivo para Analista de Gestão de Projetos

Sobre a Bunge South America 

Há dois séculos, a Bunge tem ajudado a alimentar o mundo ao conectar pessoas, mercados, países e culturas ao redor do mundo. Há 134 na América do Sul, a empresa conta com cerca de 16 mil funcionários na região, dedicados a aprimorar a cadeia do agronegócio e a produção de alimentos, tornando-os cada vez mais saudáveis e acessíveis para uma população em constante crescimento. Com operações em mais de 150 instalações entre fábricas, usinas, moinhos, portos, centros de distribuição e silos, a Bunge South America está presente em 5 países da região - Argentina, Brasil, Chile, Paraguai e Uruguai. Posicionada entre as líderes em seus segmentos de atuação, que incluem agronegócio, alimentos, açúcar e bioenergia, e fertilizantes, a empresa é a terceira maior exportadora da América do Sul. Marcas como Soya, Delícia, Primor, Valderey, Sol Mix e Salsaretti fazem parte da vida de milhares de pessoas e da história de uma empresa global com 200 anos de atuação.


Papéis e responsabilidades:
  • Atuar como PMO dos projetos do SSC,  consolidar  as demandas e projetos, divulgando as informações do projeto (objetivo, beneficíos, interdependências,  milestones, priorização, controle de prazo, custo, qualidade e mudanças), desenvolvendo e garantindo procedimentos e documentação mínima para implementação dos projetos 
  • Planejar as fases dos projetos, determinando escopo, custo, recursos, esforço, restrições, riscos e impactos e atuando na gestão desses projetos quando necessário para o cumprimento dos objetivos acordados, gerenciando as principais mudanças que possam ocorrer que possam impactar o objetivos da organização
  • Construir business cases e elaborar controles necessários para o monitoramento dos projetos, avaliando oportunidades e impactos, principalmente sobre os recursos (materiais e de pessoas)
  • Prover orientação, supervisão e treinamento na utilização de metodologia de projetos e melhores práticas
  • Consolidar os projetos do SSC e implementar metodologia de projetos
  • Priorizar os projetos e gerenciar os recursos necessários para prover resultados significativos para a organização
Formação: 
  • Gradução Nível Superior, preferencialmente Administração e Engenharia de Produção 
Experiência/Conhecimentos Necessários:     
  • Experiência na área em empresas de porte similar a Bunge com visão ou metodologia de projetos de média a grande complexidade ou magnitude
  • Metodologia de projetos (preferencialmente com especialização em projetos ou certificação PMI), Metodologia de projetos agéis (desejável), Metodologia implementação de projetos sistêmicos
  • Inglês Avançado
  • Desejável Espanhol
  • Excel Avançado
Benefícios
  • Assistência médica
  • Assistência odontológica
  • Auxílio creche
  • Auxílio estacionamento
  • Auxílio farmácia
  • Auxílio fretado
  • Cesta de natal
  • Convênio com empresas parceiras
  • Ginástica laboral
  • Participação nos Lucros ou Resultados
  • Previdência privada
  • Restaurante interno
  • Sala de Jogos
  • Seguro de vida
  • Vale-transporte
Se candidate clicando no botão abaixo:

AMAGGI abre vaga para Supervisor de Manutenção Mecânica


A AMAGGI é uma empresa nacional de grande porte com atuação nas áreas de produção, industrialização e comercialização de grãos, navegação e geração de energia.
Sempre mantendo o foco de ser uma referência no desenvolvimento sustentável.
Sua unidade Corporativa está localizada em Cuiabá (MT) e opera em todas as regiões do Brasil.
No mercado internacional, possui forte presença na Europa e na América do Sul, com escritórios de representações.



Atribuições: 
Coordenar as atividades de manutenção mecânica, solda, tornearia e borracharia, na manutenção de maquinas, implementos e veículos da unidade, distribuindo as atividades e monitorando a execução das mesmas, a fim de maximizar a disponibilidade dos mesmos
Acompanhar os serviços de lubrificação e abastecimento, controlando estoque de materiais e a execução das atividades no posto fixo e comboio, visando manter o bom funcionamento do maquinário e prolongar a vida útil do mesmo.
Realizar o planejamento de custos gerados com execução das atividades de manutenção, monitorando os serviços realizados, visando minimizar os custos, atendendo ao orçamento anual e verificando mensalmente o valor orçado x realizado.

Requisitos Necessários:

- Desejável superior completo em  Engenharia Mecânica, Agrícola e áreas afins.
- Sólidos conhecimentos em sistemas Hidráulico, Pneumático ou Mecânico, Mecânica de Motores a Diesel, Solda, Tornearia, Borracharia e Funilaria, NR31.12 (Máquinas Auto propelidas), NR33 (Espaço Confinado) e NR35 (Trabalho em Altura).


- Desejável conhecimento Desejável Inglês Técnico

- Disponibilidade para residir na Fazenda. 

Benefícios da vaga:

- Assistência Médica e Odontológica Nacional;
- Seguro de Vida em Grupo;
- Vale Alimentação;
- Programa de Participação nos Resultados;
- Previdência Privada.

*Todas as nossas vagas estão disponíveis para pessoas com deficiência*

Se candidate clicando no botão a seguir: